Segredo dos invejáveis – Orson Peter Carrara

Publicado em .

Imagine o que é ser invejável. Por outro lado, como é a estrutura de uma pessoa considerada invejável? E se ampliarmos a questão para famílias invejáveis? Qual o segredo delas? E como se relacionam os invejáveis?
Inveja é algo ridículo. Invejar posição ou bens alheios demonstra incapacidade de descobrir os próprios talentos, perdendo a chance de crescimento no tempo que se dedica ao desgosto com o bem ou a felicidade alheia. Ridículo, dispensável, verdadeira tolice.
Cada qual tem sua própria habilidade, sua própria capacidade, para não dizer várias, que deve ser movimentada no sentido do próprio crescimento. Porque ficar se ocupando e se martirizando com as conquistas alheias? É dessa tortura inútil que surgem as calúnias e tantos prejuízos nos relacionamentos que poderiam muito bem ser mais saudáveis.
Mas, o foco aqui é outro. Desejamos focar que todos podem transformar os desafios diários em verdadeiros e autênticos tesouros de crescimento. Pois afinal, a palavra invejável, por mais paradoxal que possa parecer, muda o sentido da inveja e torna-se apreciável até como estímulo e motivação.
A definição da palavra é: que merece ser invejado; apetecível; precioso.
Sim, porque demonstra e traz alguém que se esforçou, que se dedicou, que conquistou e, portanto, merece ser exemplo para muitos outros.
Podemos começar dizendo que o invejável é alguém bem acordado para as oportunidades diárias que a vida oferece. É alguém com tenacidade, pois enquanto isso é sonho para muitos, é realidade para o invejável. Por outro lado, não se prende à culpa, não fica se comparando; liberta-se da necessidade de aprovação, ama e sabe ser amado, cresce com as inimizades; dribla a ansiedade, tem consciência da brevidade da vida e não perde tempo com tolices, não se rende à preguiça, está sempre se recriando, utiliza as adversidades a seu favor e tira os projetos do papel, tornando-os realidade.
Notem os leitores. São posturas de decisão, criatividade, iniciativa, trabalho, esforço.
Todas essas reflexões estão no belo livro de Lígia Guerra, editado pela Editora Gente, e que traz o título O Segredo dos Invejáveis. Lígia é psicóloga, reside em Curitiba, e sua sensibilidade pode ajudar muitas pessoas no foco psicológico que muitas vezes nos deixamos conduzir com pessimismo, medo ou tantas inseguranças. Lígia destaca, com exemplos marcantes, essa postura de superar obstáculos e prosseguir progredindo. Visite o site www.ligiaguerra.com e, quando puder pesquise pelo Google o vídeo “Lígia Guerra fala do desejo feminino de ser sempre certinha” . No youtube o leitor também encontra muitas reportagens e entrevistas com a citada autora. 
Trazendo o assunto para a ótica espírita, a abrangência é notável, face a essa imperfeição moral gritante que é a inveja. Que faz sofrer, que gera angústias, que divide ou separa e destrói grupos e iniciativas. 
Allan Kardec e os espíritos trouxeram o assunto com muita lucidez na Codificação e na Revista Espírita. Dada a quantidade de pesquisa que a palavra permite, sugiro ao leitor acessar o portal www.kardecpedia.com  e digitar a palavra inveja. E terá vasto material de pesquisa e consuta. Aliás, o site é uma maravilha. Não deixe de visitar. É, digamos, “invejável”....